Notícias

19/11/2020 15:57
O senhor Antônio Menezes de Souza "Seo Tutu" (foto), membro fundador do pioneiro grupo de Terço dos Homens que se tem notícia no Brasil (Grupo do Terço dos Homens da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, de Itabi - Sergipe, fundado em 08/09/1936), além do pioneirismo para com o Terço dos Homens no...
15/03/2020 16:30
***Em resposta ao anuncio da CNBB; queremos nos colocar a disposição para fortalecer cada vez mais este nosso compromisso de oração, esperança e fé. Sabemos que infelizmente esta pandemia do coronavírus está se alastrando e deixando muita gente preocupada e totalmente confusa no que fazer ou deixar...
15/03/2020 15:36
TEMPOS DE ESPERANÇA E SOLIDARIEDADE - Tudo posso naquele me fortalece! (Fp 4,13)  1. Diante do complexo quadro gerado pela pandemia do coronavírus, a CNBB manifesta sua palavra de esperança e de solidariedade. As indicações práticas estão sendo emitidas em cada diocese, considerando e...
22/07/2016 15:07
Nem cheirar, nem matar, nem traficar, nem roubar doce de criancinha; o pecado que mais atiça a sanha dos nossos irmãos evangélicos e ateus é a idolatria. E, nesse ponto, quase todos os católicos vivem sendo “CRENTICADOS”. A estratégia dos nossos acusadores é a da tijolada: pegam uma...
08/07/2016 15:58
Não posso ter pecado mortal. Mas o que fazer com os pecados veniais?   São Paulo expressou com contundência que nem todos estão em condições de receber a comunhão: "Que cada um se examine a si mesmo, e assim coma desse pão e beba desse cálice. Aquele que o come e o bebe sem distinguir o...
01/06/2016 14:57
Se a rebelião de Lutero conseguiu dividir a cristandade, a providência de Deus foi muito mais eficaz em Seus Santos. Tratado o doloroso tema da separação entre Cristo e a Igreja, que não poucas pessoas realizam em nossos tempos, é hora de voltarmos o olhar ao século XVI, quando um monge agostiniano...
24/03/2016 10:54
A “pior” morte da época. Somente os piores criminosos morreram como Jesus. E com Jesus ainda foi pior, porque nem todos os criminosos condenados aquele castigo receberam pregos em suas mãos e pés. Sim, foram pregos… e dos grandes! Cada um tinha de 15 a 20 cm, com uma ponta de 6 cm. A outra...
24/03/2016 10:48
 “Um dos doze discípulos, chamado Judas Iscariotes, foi ter com os sumos sacerdotes e disse: ‘O que me dareis se vos entregar Jesus? ’ Combinaram, então, trinta moedas de prata” (Mt 26,14s) Foi um discípulo quem entregou Jesus, um “cristão”. Se os judeus foram culpados por rejeitarem seu...
21/03/2016 11:15
  A Igreja propõe aos cristãos os sagrados mistérios da Paixão, Morte e Ressurreição do Filho de Deus, tornado Homem, para no martírio da Cruze na vitória sobre a morte, oferecer a todos os homens a graça da salvação. Domingo de Ramos O Domingo de Ramos dá início à Semana Santa e lembra a...
03/03/2016 15:53
Conheça a tradição que vem do hemisfério norte e que nos presenteia com um mês inteiro dedicado à nossa Mãe celestial No mês de maio, milhões de pessoas participam de romarias e peregrinações a santuários marianos, fazem orações especiais a Maria e lhe oferecem presentes, tanto espirituais quanto...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

São muitas as formas de violência que enfrentamos dentro de casa, na rua, na sociedade. Mas o cristão não pode se acostumar com elas.

O que podemos fazer para mudar esse cenário caótico de desamor? 

  1. Conversão pessoal: Para mudar os que estão à minha volta, primeiramente eu devo me mudar, ou seja, se vivo em um ambiente de violência doméstica (agressividade, impaciência etc.) devo combatê-la com amabilidade e paciência por amor e por misericórdia.
  2. A comunidade precisa promover a cultura da empatia, onde os paroquianos em suas diversas funções pastorais não se tenham como adversários, mas como irmãos que juntos lutam pelo bem daquela paróquia.
  3. Fortalecer a Pastoral Familiar para que identifique os principais problemas de violência que assolam a comunidade local e buscar exemplos de outras localidades que conseguiram superar os mesmos problemas.
  4. Reunir a comunidade, as pastorais e os movimentos para discutir os problemas identificados e traçar um plano de ação para combater os problemas da violência.
  5. Promover palestras para os paroquianos sobre a temática da violência em suas diversas formas (violência doméstica, psicológica, física, no trânsito, racial, religiosa, no campo, sexual etc.) e como combatê-la.
  6. Estimular a espiritualidade como o antídoto para nos fortalecer contra o mal e para promover a cultura da paz.
  7. Discutir o tema da superação da violência dentro da catequese com as crianças e os jovens. É possível ainda estimular a prática esportiva entre os jovens a fim de afastá-los da violência física e das drogas.
  8. Visitar as famílias que estão afastadas da Igreja a fim de acolhê-las na comunidade, ajudando-as a superarem seus problemas.
  9. A comunidade deve utilizar de todos os momentos oportunos, como homilia, encontros, cursos etc., para falar sobre a superação da violência e a promoção da paz.

 

Clique abaixo e faça o download

Manual do Terco dos Homens 

 

ATUALIZADO

20/12/19

Consagração a Cruz 
( sou crucificado).

Quando dirigimos o olhar para a Cruz onde Jesus foi pregado, contemplamos o sinal do amor, do amor infinito de Deus por cada um de nós e a raiz da nossa salvação. 

Daquela Cruz brota a misericórdia do Pai que abraça o mundo inteiro. 

Por meio da Cruz de Cristo o maligno é vencido, a morte é derrotada, a vida é-nos doada, a esperança é-nos restituída.

Papa Francisco (Set 2014

 Nos agradecimentos do Terço ou do Rosário, o que significa a palavra “obrigar" ? 

 Para mais vos “obrigar” vos saudamos soberana Rainha. 

 Nesta frase dos agradecimentos do Terço ou Rosário, a palavra “obrigar” é do português arcaico, que não está mais em uso. 

O significado de “obrigar” nessa frase é agradecer. Não estamos obrigando Nossa Senhora a fazer nada, estamos apenas agradecendo a ela. Por  isso, nós podemos dizer tranquilamente para mais vos “obrigar”. 

PODEM ACREDITAR:

**ELE TEM MUITO VALOR!!!

Contato

TERÇO NAS MÃOS... FÉ NO CORAÇÃO!!! missionariosterconasmaos@gmail.com